Compostagem urbana à porta de casa
MARIA SILVA MARIA SILVA

Compostagem urbana à porta de casa
Por MARIA SILVA

Cada português produz em casa 511 quilos de lixo por ano. Como só 20% é recolhido, o restante é colocado no contentor indiferenciado e acaba no aterro ou é incinerado. Outra parte (18%) segue para valorização energética (queima para produção de energia eléctrica) e uma percentagem baixa (7%) dá origem a composto orgânico ((F. INE/DN, dados de 2010).

O que fazer? À semelhança de outros resíduos, a matéria orgânica não só deve deixar de ser vista como lixo, mas valorizada como recurso. Todos os dias produzimos resíduos como restos de vegetais, borras de café ou cascas de ovos que são confundidos com lixo – cada habitante de Lisboa produz mais de 160 quilos por habitante por ano (F.: Circular Economy Portugal, dados de 2017) -. Se forem recolhidos à porta de casa como os restantes resíduos, é possível obter 250kg de composto produzidos, aproximadamente, com o tratamento de 1 tonelada de matéria orgânica proveniente de recolhas seletivas (F.: Lipor). Além de reduzirmos a produção ainda produzimos composto!

Compostagem de resíduos orgânicos na cidade de Lisboa como serviço público JÁ!

23 Março, 2018

29 Apoiantes

Causas Semelhantes

Impostos
MARIA MOREIRA 4 Apoiantes