Estacionamento destinado a pessoas com mobilidade reduzida
francisco furtado francisco furtado

Estacionamento destinado a pessoas com mobilidade reduzida
Por francisco furtado

Sou portador de uma deficiência física no membro inferior esquerdo e que me confere uma incapacidade de 64%. Tenho um dístico no meu veículo que me permite estacionar nos lugares destinados a pessoas com mobilidade reduzida.
No passado dia 19 de Abril desloquei-me ao restaurante Fondue no Barreiro, que tem um lugar junto á porta destinado a pessoas com deficiência, sucede que o lugar estava ocupado por um veiculo sem o respectivo dístico. Perguntei ao filho do proprietário do restaurante se sabia a quem pertencia o veiculo, tendo-me respondido que sim, mas que não me podia dizer. Pedi-lhe então que informasse o proprietário do carro de que estava mal estacionado e que se encontrava um veiculo com dístico a querer estacionar. Ao que o senhor me respondeu que “não vale a pena”, que é costumo aquele lugar estar ocupado por veículos sem dístico e informou-me que não valia a pena chamar a policia porque esta não poderia actuar naquele local e que o dono do carro o estacionou ali porque o carro (BMW I8) “é muito largo”.
Esta situação infelizmente sucede com muita frequência nomeadamente em parques de estacionamento ao ar livre de grandes superfícies comerciais (Pingo Doce, Continente etc..) em que as autoridades se mostram impotentes para actuar dado tratar-se de parques privativos.

Medidas mais eficazes para a garantia do estacionamento destinado a pessoas com mobilidade reduzida.

24 Abril, 2018

8 Apoiantes

Causas Semelhantes