Justiça para famílias numerosas
PAULO SANTOS PAULO SANTOS

Justiça para famílias numerosas
Por PAULO SANTOS

Num país a precisar desesperadamente de crianças para garantir a sustentabilidade futura do país é com enorme indignação que verifico o desprezo a que são diariamente condenadas as famílias com filhos. Seguem alguns exemplos:- Preço da água por escalões não tem em consideração tamanho do agregado familiar- Os escalões de IRS, contrariamente à maioria dos países desenvolvidos na Europa, não leva em consideração o número de elementos do agregado família para determinar rendimento per capita . Neste e contexto por absurdo que pareça um casal sem filhos sai muito beneficiado em relação a quem tem filhos.- A declaração de IRS acima descrita determina se somos ricos ou pobres e Todos os subsídios e apoios são função desta declaração com todas as injustiças que isso acarreta para as famílias numerosas. Por exemplo uma família de 5 elementos (3 filhos) com rendimento mensal de 2000€ (400€ por capita) é considerada mais rica que um casal sem filhos com rendimento de 1300€ por mês – Na maioria dos eventos não existe sequer packs económicos para famílias  com mais de 4 elementos.poderia aqui prosseguir com muitos mais exemplos conhecidos. Julgo que pé tempo de mudar esta tendência é salvaguardar o nosso futuro, pois destas crianças nossos filhos depende o nosso futuro (pensões, cuidados de saúde, educação, …Vamos lutar pelo futuro de Portugal porque se não o fizermos ninguém o fará por nós.Paulo

24 Março, 2018

16 Apoiantes

Causas Semelhantes

Impostos
MARIA MOREIRA 4 Apoiantes